As Caminhadas e Travessias tem sido opções cada vez mais procuradas em varias  regiões do país. Além de ser uma atividade de lazer, faz bem para a saúde mental e física, diminui o estresse, melhora a musculatura e ajuda na circulação. Ademais, são perfeitas para qualquer idade. Basta escolher a trilha certa e adaptada a sua realidade e seus limites.

 

Lembrando que para praticar qualquer atividade você precisa ter preparo físico e equipamentos adequados, mesmo que básicos. Mas afinal, você sabe a diferença entre caminhadas e travessias? Tenho certeza que você vai gostar de entender um pouco mais sobre o assunto.

 

Neste artigo você vai descobrir um pouco mais sobre caminhadas e travessias e conhecer algumas alternativas de trilhas na Chapada dos Veadeiros.

O conceito do trekking

Essa atividade tem sido praticada desde os primórdios da humanidade, registros contam que no século XIX quando os holandeses colonizaram a África do Sul, eles usavam o termo por conta da dificuldade de desbravar a terra.

 

A diferença entre caminhada (hiking) e travessias (trekking) é que as caminhadas geralmente são mais curtas e no fim da atividade voltamos para dormir em uma pousada ou hotel.

 

Trek, cujo nome significa “migrar”, conhecido também como “caminhada de longo” curso ou “travessia”, é uma atividade física praticada como laser ou de forma competitiva.

 

A travessia é mais intensa, geralmente com pernoite que pode ser em acampamentos selvagens (sem infra estrutura) ou em locais de apoio com infra estrutura. São percursos marcados por um maior nível de dificuldade. Nos acampamentos selvagens são necessários conhecimentos sobre técnicas de mínimo impacto em ambientes naturais.

 

Para a realização da atividade comercial de caminhada ou travessia existem três normas relacionadas:

ABNT NBR 15505-1 Caminhada – Requisitos para produto

ABNT NBR 15505-2 Caminhada – Classificação de percursos

ABNT NBR 15398 Condutores – Caminhada de Longo Curso

 

Segundo os termos adotados nestas normas a classificação fica da seguinte forma:

 

Caminhada: Atividade de turismo de aventura que tem como elemento principal a caminhada.

 

Caminhada de longo curso: Caminhada em ambientes naturais, que envolva pernoite.

 

NOTA O pernoite pode acontecer em locais diversos, como em acampamentos, pousadas, fazendas, bivaques, entre outros.

 

As travessias podem ainda ser “autônomas”, onde levamos todos os equipamentos conosco em mochilas cargueiras ou “com apoio”, onde uma equipe de apoio cuida de levar os equipamentos e mantimentos.

Ha muitos lugares para se praticar travessias no Brasil

Aatualmente ha um projeto denominado “Rede Brasileira de Trilhas de Longo Curso” implementando varias trilhas de longo curso por todo o pais.

 

Uma iniciativa articulada a nível governamental, por meio da Coordenação-Geral de Uso Público do ICMBio, movida pela experiência da Trilha Transcarioca e outros cases globais, iniciou o movimento para tirar do papel outros projetos de trilhas no Brasil.  Incentivando a implementação de trilhas de longo curso nos Parques Nacionais Brasileiros e entorno.

 

As Trilha de Longo Curso  são enormes corredores ecológicos que se transformam em ferramentas reconhecidas pela legislação brasileira para ampliar a conectividade entre áreas preservadas garantindo a manutenção da vida selvagem e na melhoria de indicadores ecológicos.

 

Na Chapada dos Veadeiros esta sendo implementado o Caminho dos Veadeiros, uma Trilha de Longo Curso que integra o Caminho dos Goyazes, no âmbito da Rede Brasileira de Trilhas e Conectividade.

 

Com extensão prevista de 483 km para trekking, seguindo no sentido Sul-Norte, tem seu ponto de início no município de Formosa, passando por Planaltina, Água Fria de Goiás, São João d´Aliança, Alto Paraíso de Goiás, Colinas do Sul e Cavalcante, sendo os quatro últimos parte da Chapada dos Veadeiros, que dá nome à trilha e inspira a marca da sinalização.

Agora, se você quer se iniciar nessa prática, é preciso tomar alguns cuidados:

 

Faça uma avaliação do percurso planejado

 

Tenha certeza que você esta preparado fisicamente e tenha os equipamentos e mantimentos necessários para realizar o percurso proposto.

 

Vá com guias ou pessoas mais experientes

 

Na primeira – ou primeiras vezes – é bom estar acompanhado de quem já pratica o trekking ou de quem conhece a trilha escolhida, assim você evita qualquer problema ou imprevisto, contribui com a economia local e tera uma experiencia

 

Planeje quais equipamentos serão necessários

 

Se o percurso proposto for uma trilha longa ou mais isolada, será necessário usar um calçado adequado ou bota de caminhada e roupas confortáveis.

Lembre-se que ser precavido nunca é demais.

Faça um check list dos equipamentos mínimos necessários.

 

  • Tênis de caminhada ou botas próprias para trilha;
  • Mochila;
  • Roupas de caminhada;
  • Uma blusa de frio;
  • Lanterna;
  • Chapéu ou Boné;
  • Protetor Solar;
  • Repelente;
  • Garrafas com água;
  • Celular e carregador portátil;
  • Lanches leves e que dê energia;
  • Kit de primeiros socorros.

 

Você pode precisar de mais ou menos coisas, tudo depende da trilha escolhida e da época do ano em que você vai praticar. Pode acontecer de você ter que lidar com o desgaste físico, cansaço e mudanças climáticas. Então seja estratégico na hora de escolher o que levar.

 

Planeje bem a alimentação durante a atividade

 

Para que a atividade seja bem sucedida um bom planejamento da alimentação é necessário, leve em conta de quantas pessoas participarão e quantas refeições serão feitas no período proposto, e desta forma calcule quantos itens deverão ser levados de forma que mantenha todos bem alimentados, pois caso haja erro neste planejamento todo o grupo sofrerá consequências.

 

Outro ponto importante é planejar como serão feitos os abastecimentos de água, se ha cursos de água potável durante o percurso a quantidade de água que deverá ser levada entre os pontos de abastecimento. Uma dica e ter sempre a mão uma opção de purificação de água, podendo ser físico ou químico, como filtros, cloro ou iodo.

 

Considere sempre ter água e comida extra para caso tenha alguma emergência ou precise estender a caminhada.

 

Atividades competitivas.

Alem das atividades de caminhadas e travessias recreativas ou comerciais, ha também as atividades competitivas:

Trekking de regularidade

O percurso é determinado pela organização de provas e é praticado por grupos de 3 até 6 pessoas. Nesse caso, os participantes recebem o mapa com o percurso próximo ao inicio da prova e são utilizados apenas cartas de navegação e bússolas como equipamentos de orientação. cada participante do grupo tem uma função. Seja navegador, batedor, contador de passos e entre outros.

O objetivo é se manter no percurso certo e usar todos os recursos corretamente.

 

Corridas de aventura.

São competições multiesportivas, que envolvem várias modalidades de esportes de aventura, sendo a caminhada geralmente a principal.

 

Em geral são realizadas em ambiente natural e têm como característica uma logística complexa, tanto na organização dos eventos como na formação e preparação das equipes de atletas. Também e utilizado a navegação e orientação por bussola e mapas.

 

Travessia na Chapada dos Veadeiros

A Chapada dos Veadeiros e um destino com grande potencial para atividades de caminhadas e travessias, para visitar a maioria dos atrativos naturais caminhadas são necessárias, com níveis de dificuldades variados, ha também algumas trilhas de longo curso estabelecidas, a mais conhecida é a “Travessia Leste”

 

Foi a primeira caminhada de longo curso implementada na Chapada,  criada pela Travessia Ecoturismo em 1999. O percurso liga os municípios de Alto Paraíso e São João da Aliança, é possível percorrer entre de 40 a 70 km, dependendo do roteiro escolhido, podendo ser de 3 a 6 dias de caminhada.

 

Neste roteiro você vai ter uma imersão no Cerrado de Altitude da Chapada, passando por comunidades tradicionais, cachoeiras, vales e mirantes proporcionando uma experiência única e exclusiva.  É possível avistar uma exótica vegetação endêmica de cerrado de altitude e ainda têm a possibilidade de encontrar espécies de animais silvestres.

Os locais de acampamento são cuidadosamente escolhidos com estrutura de apoio, banho quente e comida boa para dar um conforto após as caminhadas.

 

A Travessia faz todo o planejamento e da o suporte com carro de apoio para levar as bagagens, equipamentos de acampamento e mantimentos, os participantes levam apenas a mochila de ataque com itens necessários o dia.

 

Sua experiência será muito mais completa.

 

Ha duas datas programadas para a realização da Travessia Leste:

 

13 a 20 de Junho

18 a 25 de julho

 

E aí, tá preparado para viver essa aventura?  vem com agente! 

COMPARTILHE: