A Chapada dos Veadeiros é um destino muito procurado por suas belezas naturais estonteantes, a cultura única e pela oportunidade de você se conectar com a natureza e descansar o corpo e espírito.

 

Além disso, o destino é versátil pois agrada vários perfis e expectativas. Você pode escolher ter uma experiência cultural com as visitas guiadas e as atividades locais, viagem com a familia, renovar suas energias nas lindas cachoeiras, percorrer trilhas desafiadoras fazer e atividades de aventura, ou apenas relaxar vivenciando a cultura holística de Alto Paraiso.

 

Na região da Chapada dos Veadeiros, ha cinco municípios com pousadas e acomodações aconchegantes, prontos para te receber. Você pode escolher entre Alto Paraíso e São Jorge, Cavalcante, Teresina de Goias, São João da Aliança ou Colinas do Sul, Sendo que Alto Paraíso e Cavalcante concentram mais serviços para os visitantes, como Pousadas, restaurantes, operadoras turísticas, entre outros.  Alto Paraiso fica de 230 km de Brasília, é o Município central da Chapada e concentra a maior infra estrutura.

 

O essencial para conhecer a Chapada e ter uma boa experiência está no seu planejamento. Passar as férias na Chapada é algo dos sonhos, mas para dar tudo certo, vamos dar algumas dicas para que sua viagem seja incrível.

 

7 dicas para organizar suas férias na Chapada dos Veadeiros

 

1 – Qual sua expectativa?

É indiscutível que a Chapada dos Veadeiros é um destino único. Mas como se organizar para aproveitar tudo? Qual a sua expectativa?

 

Lembre-se que cada experiência é individual, ou seja, cada pessoa tem sua própria opinião sobre um mesmo local. Isso porque cada um tem expectativas diferentes.

 

Há pessoas que querem se aventurar, outras querem ter novas experiências, se encontrar, passear com a família, se conectar com a natureza ou apenas descansar.

 

Na Chapada dos Veadeiros existem atividades que atendem todas estas expectativas, por isso, antes de definir seu roteiro, tenha bem claro quais são seus objetivos.

2 – Escolha a data da viagem

Definir a data é muito importante para evitar que você pegue um clima ruim ou vá bem no meio de algum evento indesejado.

 

Em Maio / junho tem o início da temporada de seca e vai ate fim de Outubro. Nas férias de Julho a Chapada esta linda, tudo verdinho e os rios ainda com um bom volume de água que fica cristalina neste período.

 

Mas em Julho o fluxo de visitantes é alto então o planejamento e antecipação nas reservas e extremamente importante para o sucesso da sua viagem.

 

Nas férias de fim de ano, já é período de chuvas e os passeios nas cachoeiras ficam limitados, neste período fica mais propicio para visitar os mirantes e atrativos culturais.

 

3 – Defina o orçamento da viagem

 

Ter um orçamento evita que você gaste mais do que pode ou se frustre. Na Chapada dos Veadeiros, grande parte dos atrativos naturais ficam em áreas particulares, então você precisa comprar ingressos para entrar em cada um.

 

No geral, a média das taxas é entre 25 a 120 reais. Considere sempre a contratação do guia, que ira enriquecer a sua visita com muitas informações e historias alem evitar correr riscos ou se perder.

 

Ademais, ter esse orçamento também vai te ajudar na hora de definir o veiculo, pousada e atrativos irá visitar.

 

4 – Pesquise e reserve com antecedência

 

Para aproveitar a sua viagem, o planejamento é fundamental, pesquise a fundo e decida o que combina ou não com você. Entenda como funcionam os atrativos naturais e culturais, localização, acesso e restrições. Se organize para visitar os atrativos mais próximos entre si a cada dia, ou apenas um por dia, dependendo da distancia, tempo de transporte e caminhada.

 

Para se adequando ao momento da pandemia em que estamos passando, todos os serviços estão operando com capacidade de carga reduzida, pousadas, restaurantes, atrativos turísticos, transportes, guias, entre outros.

 

Por outro lado, a Chapada dos Veadeiros esta recebendo um grande fluxo de visitantes, o que muitas vezes gera alguns transtornos. Reserve a hospedagem com antecedência, não deixe para ultima hora pois corre o risco de não encontrar vagas nos locais que você gostaria de ficar.

 

Alguns atrativos tem capacidade de carga pequena portanto o planejamento e reservas antecipadas são necessários.

 

5 – Defina o transporte

 

Um ponto crucial na hora de visitar a Chapada é o transporte. Isso porque a região é voltada para aspectos naturais, então você não irá encontrar muitos ônibus.

 

Você pode combinar os transfers e passeios com a Travessia. O tipo de transporte ira definir o seu roteiro, já que ha muitos locais acessíveis a carros de passeio e outros apenas com veículos 4×4.

 

Há também quem opte por desfrutar da Chapada a pé ou de Bike. Tudo vai de acordo com o seu estilo de viagem.

 

6 – Monte seu cronograma

 

Assim como já dissemos, a região da Chapada possui inúmeras atrações. Quando você for montar seu cronograma, leve em conta os seus objetivos e não coloque muitas atividades em um dia só.

 

Até porque algumas trilhas duram horas e a melhor parte da Chapada é poder curtir sem precisar seguir um roteiro muito rígido. Então crie um cronograma para se organizar, mas seja maleável porque o importante mesmo é aproveitar e desfrutar.

 

Caso sua viagem seja mais rápida, priorize trilhas menores e atividades menos cansativas.

 

Mas é indispensável um dia de passeio no Parque nacional da Chapada dos Veadeiros, em especial a trilha do Saltos do Rio Preto.

7 – Respeite as regras e protocolos sanitários

 

Estamos passando por um momento extremamente delicado em relação a pandemia COVID 19. De forma a manter a segurança sanitária de todos os envolvidos em uma viagem,  tanto ao visitante, como os prestadores dos serviços da cadeia produtiva, se faz extremamente necessário que todos cumpram a risca os protocolos sanitários e regras de visitação definidas por cada prestador de serviço.

 

Saltos do Rio Preto - Atrativos na Chapada dos Veadeiros

Cuidados indispensáveis

 

Não se esqueça de sempre seguir as regras de cada atrativo visitado, são para a sua segurança e fazem muita diferença.

 

Você precisa levar um bom tênis para fazer as trilhas, mesmo que seja surrado, a maioria das trilhas são irregulares e pedregosas. Nada pior do que fazer uma trilha e voltar com dores ou bolhas no pé.

 

Outros itens indispensáveis para a sua caminhada são roupas leves, roupas de banho, chapéu, protetor solar, garrafa d’água e lanche, pois boa parte dos passeios são distantes de restaurantes e um bom lanche faz a diferença no passeio.

 

Ademais, Observe com antecedência os horários e restrições dos atrativos que você escolheu  para o seu roteiro, muitos precisam fazer reservas antecipadas.

 

Por último e não menos importante, não deixe nenhum lixo jogado, mesmo os orgânicos. A Natureza é nosso bem mais precioso e cuidar dela é nosso dever.

 

A Travessia Ecoturismo faz todo o trabalho de planejamento, organização logística, orçamento e reservas de hospedagem e serviços na Chapada dos Veadeiros para você, entre em contato conosco e teremos um prazer em ajudar.

COMPARTILHE: